Covid-19: dos mais de 4 mil testes feitos nesta segunda, 139 deram positivo



Por:Amarildo Mota


GDF mantém rotina de exames nos dez pontos de testagem em massa espalhados por diferentes regiões administrativas


Secretaria de Saúde testou, nesta segunda-feira (11), 4.061 pessoas para Covid-19 nos dez pontos de testagem, por drive-thru, do Distrito Federal. Desse total, 139 receberam o diagnóstico positivo para a doença. O novo posto do Paranoá, que começou a funcionar hoje, foi o que mais detectou casos de infecção por coronavírus, com 29 registros, seguido do ponto de Ceilândia e Planaltina, com 23 e 22 casos, respectivamente.
Desde o dia 21 de abril, já foram realizados 59.378 testes, os quais diagnosticaram 602 pessoas para o novo coronavírus.
Os testes são agendados pelo site testa.df.gov.br, ou pelo aplicativo e-GDF. O resultado é enviado para o e-mail cadastrado na plataforma. No site é possível obter a informação de quantas vagas cada local possui. A atualização ocorre a cada dois dias. Diariamente, são disponibilizadas em média 4 mil vagas nos postos de atendimento. A procura por testes tem sido alta, com registro de 400 a 500 acessos simultâneos.


Posto de TestagemTestes realizados11/05/2020Resultados positivos11/05/2020Testes realizados até o momentoResultados positivos
Plano Piloto – Parque da Cidade294716.10374
Águas Claras – Unieuro326715.994122
Lago Norte – Iguatemi Shopping30123.3278
Ceilândia – Iesb566234.55587
Guará – ParkShopping679165.43780
Gama – Bezerrão28781.89423
Planaltina – Loja Maçônica356221.57649
Taguatinga – JK Shopping431132.30453
Samambaia – anexo da Administração Regional4631246312
Paranoá – estacionamento do Estádio JK3582935829
Sobradinho – Sesi (Desativado)369113.20224
Lago Sul – Paróquia S. Pedro de Alcântara (Desativado)
Testagem
O teste no drive-thru é exclusivo para pessoas sintomáticas ou que tenham histórico de contato com algum caso confirmado e residam com idosos, e que moram nas regiões administrativas abrangidas pelo local onde o posto está montado.
A realização do exame não descarta a necessidade de procurar uma Unidade Básica de Saúde na ocorrência de sintomas.
O exame detecta a presença de anticorpos gerados pelo organismo para enfrentar o vírus. Eles costumam ser detectáveis com maior segurança a partir do sétimo dia da exposição.

* Com informações da Secretaria de Saúde