Amapá anuncia lockdown total sendo o primeiro estado a decretar esta regra no país



Por: Amarildo Mota

A partir desta terça-feira (19), os moradores do Amapá só poderão sair de casa para a realização de serviços essenciais, sendo eles: mercados, farmácias e unidades de saúde. A determinação acontece devido ao decreto estadual que coloca a região em lockdown, como forma de tentar conter o número de infectados pelo novo coronavírus.  

De acordo com os dados do Ministério da Saúde, em todo o estado já foram registrados mais de 4 mil infectados, sendo 100 vítimas fatais. 
O comunicado de isolamento total foi anunciado pelo governador Waldez Góes, na última sexta-feira (15) e deverá se manter até o próximo dia 29. Amapá é o primeiro estado a decretar lockdown em todos os municípios.
“Mesmo com os esforços de todos nós, em especial da população que atende a recomendação de ficar em casa, o crescimento acelerado de casos da covid-19 nos obriga a adotar medidas mais rígidas de isolamento social”, afirmou o governador. 

O processo de fiscalização acontecerá por meio da instauração de barreiras sanitárias em vários pontos da capital. Os bairros com o maior número de casos contarão com reforço para que a população permaneça em casa.
Nesses locais, haverá agentes de segurança que estarão conferindo se aqueles que estão na rua vão realizar alguma atividade essencial.  
Além disso, a ação contará também com a distribuição de máscaras, álcool em gel e desinfectação de ruas, feiras e unidades de saúde.
Por fim, no que diz respeito a circulação de automóveis, haverá um rodízio determinado pela numeração das placas dos veículos. Quem acabar com o digito par, poderá transitar nos dias pares e quem for ímpar nos dias ímpares.  
Quanto aos estabelecimentos, as cidades do Amapá só poderão ter farmácias, supermercados e demais distribuidoras de alimentos abertos, além das unidades de saúde.  
O Amapá não foi a única região a aderir ao lockdownNa última semana, seis cidades do estado do Pará entraram para as regras do isolamento total. Ao todo, são mais de 10 municípios em regime especial na região norte.  
Em Pernambuco, foram 5 cidades: Recife, Olinda, Camaragibe, Jaboatão e Paulista. As regras são similares, como o rodízio de carros, abertura de estabelecimentos considerados essenciais e fiscalização nas ruas. 
Fonte: fdr