6 Startups estão contratando mesmo durante pandemia; Veja 155 vagas abertas



Por: Amarildo Mota

Mesmo durante a crise causada pelo novo Coronavírus no Brasil e com o cenário econômico ainda incerto, seis startups estão contratando. São 155 vagas de emprego para diversas áreas de atuação. O processo seletivo que para muitas já era feito de forma online antes da quarentena, agora foi intensificado.
Veja quais são as oportunidades e como se inscrever:

1 – EF English Live

São 30 vagas para a EF English Live, maior escola de idiomas online do mundo. As oportunidades são para a área Vendas e Pós-Vendas. O processo de contratação está sendo feito todo de forma online por causa da pandemia de coronavírus, incluindo o treinamento e integração inicial.

2- Vagas Mycon

São 50 vagas para a Mycon, fintech pioneira na área de consórcios que funciona sem vendedores humanos e que tem a menor taxa do mercado. As chances são para as áreas de Especialista em A.I, Full Stack Developer, Customer Success, SDR / Inside Sales, Full Mobile Developer, Especialista em ChatBot, RH Pleno e Assistente ADM.

3 – Grupo Nexxera

São 4 vagas abertas pelo grupo Nexxera, empresa da área de transações financeiras. As chances são para Analista de Estruturação (Produtos Financeiros), Analista de Crédito, Angular Front-End Developer e Analista de MKT. Vagas também para pessoas com deficiência.

4- Vagas Vitta

São 40 vagas abertas pela Vitta, uma das maiores empresas de tecnologia em saúde do Brasil. As chances são para as áreas de Analista de Experiência do Paciente, Médico da família, Desenvolvedor FrontEnd Pleno (SP), Enfermeiro(a) – Equipe de Saúde, Desenvolvedor FrontEnd Pl/Sr, Estágio em Estudo de Mercado, Member Inbound Analyst e Estágio em Inside Sales.

5 – Tembici

São 30 vagas abertas pela Tembici, a empresa é especializada em mobilidade urbana por meio do uso de bicicletas. As chances são para as áreas de logística,  tecnologia, analista de atendimento entre outros.

6 – Vagas Provi

A oferta é de 1 vaga de Analita de Qualidade aberta pela Provi, plataforma que simplifica o crédito estudantil. A atividade do profissional será focada  em criar procedimentos de teste e vai trabalhar próximo a POs, designers, devs e business.