sexta-feira, 14 de junho de 2019

Pacientes que enfrentaram o câncer ganham voz para compartilhar suas histórias


Receber o diagnóstico de câncer não é tão simples, especialmente porque a doença pode surgir em qualquer fase da vida, e em diferentes partes do corpo. Pensando nisso, a oncologista brasiliense Ludmila Thommen desenvolveu um novo projeto que auxilia os pacientes no processo de descoberta e enfrentamento da doença.
Com mais de 11 anos de trabalho na área de saúde, uma das ações propostas pela Dra. Ludmila mostra o relato de histórias reais de pacientes que venceram a luta contra o câncer. Por meio do site (http://draludmilathommen.com.br/, a oncologista apresenta a série Jornada do Paciente, em que homens e mulheres poderão compartilhar um pouco de suas experiências.  “O objetivo é que os relatos consigam amenizar o impacto do tratamento que, por muitas vezes, se torna doloroso e traumático”, explica Ludmila Thommen.
O primeiro episódio da série traz como protagonista a servidora pública Suzane Arar, de 43 anos, que recebeu o diagnóstico em julho de 2018. “Quando descobri a doença, além do susto da confirmação do diagnóstico, um dos meus medos também foi de nutrir o sentimento de desamparo. A série é uma ferramenta muito especial justamente porque dá voz para quem passou por esse processo expressar sua vivência”, afirma Suzana.
Além do site, Ludmila Thommen é fundadora do programa Movimento Vida, utilizado dentro do Sistema Único de Saúde (SUS), onde ela também atua. O movimento unifica a relação médico/paciente durante todo o tratamento do câncer. “Nosso objetivo com essa ação, que foi posta em prática em julho de 2018, é de estabelecer conexões entre nós (médicos) e os pacientes. E, principalmente, poder proporcionar esclarecimento sobre a doença e sobre o tratamento”, detalha a oncologista.
No projeto, os pacientes escolhem o tema das reuniões que acontecem uma vez por mês, junto a profissionais de saúde como mastologistas, fisioterapeutas e psicólogos todos da Rede SUS. A abordagem dos debates é feita de maneira positiva no intuito de motivar e ajudar os pacientes que estão atravessando o momento de tratamento.
            “A vida humana é constituída de um somatório de ações, reações, encontros, desencontros e expressões contínuas para escrever e rescrever a própria história. Tudo acontece durante este espaço de tempo entre o nascer e o morrer. E fazer a diferença neste intervalo é que faz nossa vida valer a pena”, explica Ludmila.
Serviço
Site Ludmila Thommen
Conheça o site: http://draludmilathommen.com.br/