quarta-feira, 19 de junho de 2019

IMP Concursos promove aulões gratuitos para quem está de olho nos concursos do INSS E PCDF

O evento acontecerá nos dias 24, 25 e 26 das 19h15 às 22h50, nas unidades da Asa Sul e Águas Claras



Considerados um dos os concursos mais esperados pelos candidatos do Distrito Federal, os certames da Polícia Civil com 1.800 vagas e o INSS com mais de 2 mil vagas estão previstos para serem realizados no segundo semestre de 2019. Para dar um incentivo e ajudar a direcionar os estudos, o IMP Concursos irá promover diversos aulões gratuitos entre os dias 24, 25 e 26 de junho nas unidades da Asa Sul e Águas Claras.

Para participar dos cursos, os candidatos deverão realizar as inscrições através do site www.impconcursos.com.br.  Vale lembrar que o evento é sujeito a lotação.

Os materiais trabalhados durante os aulões do INSS serão elaborados pelos professores Carlos Machado, Bacharel em Administração de Empresas, José Trindade, Bacharel em Direito e Raquel Cesário, professora de Português e Revisão de Textos.

Já para o esquenta da PCDF foram escolhidos os profissionais: Adriane Sousa, formada em Direito e Letras, Fabrício Dutra, graduado em Letras-Português e Alemão- e Vitor Falcão, delegado de Polícia Civil do DF e aprovados nos concursos do TRF1 e SEJUS.

Confira a programação:
ESQUENTA INSS
Asa Sul
24/06 - Carlos Machado -  Direito Previdenciário
25/06 - José Trindade - Direito Administrativo
26/06 - Raquel Cesário - Língua Portuguesa
Águas Claras
24/06 - José Trindade - Direito Administrativo
25/06 - Raquel Cesário - Língua Portuguesa
26/06 - Carlos Machado -  Direito Previdenciário
ESQUENTA PCDF
Asa Sul
24/06 - Fabrício Dutra - Língua Portuguesa
25/06 - Adriane Sousa - ECA
26/06 - Vitor Falcão - Direito Penal
Águas Claras
24/06 - Adriane Sousa - ECA
25/06 - Vitor Falcão - Direito Penal
26/06 - Fabrício Dutra - Língua Portuguesa
Serviço
Data: 24, 25 e 26 de junho
Hora: 19h15 às 22h50
Endereço: Asa Sul
L2 Sul · SGAS 603 Conjunto "C"
Águas Claras
Avenida Jacarandá, lote 16
Inscrições: www.impconcursos.com.br
Entrada: Gratuita

domingo, 16 de junho de 2019

GDF incentiva campanha de conscientização sobre idosos

Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa foi comemorado com evento que reuniu convidados especiais e representantes do GDF na Residência Oficial de Águas Claras

O sábado começou com um café da manhã reunindo todo o grupo de convidados / Foto: P H Carvalho.

Moradores de 54 condomínios de Sobradinho fazem manifestaram contra empresa UPSA

Na manhã deste sábado (15/06) foi movimentada nos setores Grande Colorado, Contagem e Boa Vista, em Sobradinho, onde moradores de 54 condomínios se reuniram em três pontos para manifestarem contra a empresa Urbanizadora Paranoazinho (UPSA)


sexta-feira, 14 de junho de 2019

Pacientes que enfrentaram o câncer ganham voz para compartilhar suas histórias


Receber o diagnóstico de câncer não é tão simples, especialmente porque a doença pode surgir em qualquer fase da vida, e em diferentes partes do corpo. Pensando nisso, a oncologista brasiliense Ludmila Thommen desenvolveu um novo projeto que auxilia os pacientes no processo de descoberta e enfrentamento da doença.
Com mais de 11 anos de trabalho na área de saúde, uma das ações propostas pela Dra. Ludmila mostra o relato de histórias reais de pacientes que venceram a luta contra o câncer. Por meio do site (http://draludmilathommen.com.br/, a oncologista apresenta a série Jornada do Paciente, em que homens e mulheres poderão compartilhar um pouco de suas experiências.  “O objetivo é que os relatos consigam amenizar o impacto do tratamento que, por muitas vezes, se torna doloroso e traumático”, explica Ludmila Thommen.
O primeiro episódio da série traz como protagonista a servidora pública Suzane Arar, de 43 anos, que recebeu o diagnóstico em julho de 2018. “Quando descobri a doença, além do susto da confirmação do diagnóstico, um dos meus medos também foi de nutrir o sentimento de desamparo. A série é uma ferramenta muito especial justamente porque dá voz para quem passou por esse processo expressar sua vivência”, afirma Suzana.
Além do site, Ludmila Thommen é fundadora do programa Movimento Vida, utilizado dentro do Sistema Único de Saúde (SUS), onde ela também atua. O movimento unifica a relação médico/paciente durante todo o tratamento do câncer. “Nosso objetivo com essa ação, que foi posta em prática em julho de 2018, é de estabelecer conexões entre nós (médicos) e os pacientes. E, principalmente, poder proporcionar esclarecimento sobre a doença e sobre o tratamento”, detalha a oncologista.
No projeto, os pacientes escolhem o tema das reuniões que acontecem uma vez por mês, junto a profissionais de saúde como mastologistas, fisioterapeutas e psicólogos todos da Rede SUS. A abordagem dos debates é feita de maneira positiva no intuito de motivar e ajudar os pacientes que estão atravessando o momento de tratamento.
            “A vida humana é constituída de um somatório de ações, reações, encontros, desencontros e expressões contínuas para escrever e rescrever a própria história. Tudo acontece durante este espaço de tempo entre o nascer e o morrer. E fazer a diferença neste intervalo é que faz nossa vida valer a pena”, explica Ludmila.
Serviço
Site Ludmila Thommen
Conheça o site: http://draludmilathommen.com.br/

Já ouviu falar em melanoma? O mês de Junho é dedicado à conscientização deste tipo de câncer de pele

Entre os tipos de cânceres de pele existentes, o melanoma é o menos frequente, porém o mais agressivo de todos e com alta taxa de mortalidade


O câncer é a segunda maior doença responsável por mortes no país atrás apenas das enfermidades do aparelho circulatório, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca).  Uma pesquisa do Instituto revelou ainda que o câncer de pele é o mais incidente na população e corresponde a 30% dos casos registrados. Entre os três tipos existentes da doença, o melanoma é o menos frequente, porém o mais agressivo de todos e que soma uma alta taxa de mortalidade. Com o objetivo de conscientizar a população sobre a doença e fazer um alerta para a importância do diagnóstico precoce foi criado o Junho Preto.

Embora o diagnóstico de melanoma normalmente cause medo e apreensão aos pacientes, quando há detecção precoce da doença, as chances de cura são de mais de 90%. A doença tem como característica, a aparência de uma pinta ou de um sinal na pele, com coloração em tons acastanhados ou enegrecidos, que, em geral, mudam de cor, de formato ou de tamanho com o tempo podendo até causar sangramento. Por este motivo, é importante o acompanhamento médico quando for detectado qualquer lesão suspeita, pois apenas o exame clínico ou a biópsia podem diagnosticar o câncer de pele.  

“O profissional de dermatologia faz o diagnóstico precoce da doença. É ele que sabe como examinar uma lesão com pequenas alterações e que, provavelmente, virão a se tornar um melanoma”, explica o dermatologista, Erasmo Tokarski, que atua na área da Dermatologia, Estética e Cirúrgica há mais de 30 anos.

Além do diagnóstico, o dermatologista também é responsável pelo tratamento e acompanhamento da doença junto ao paciente.

“Utilizamos um dermatoscópio, que é uma lente de aumento especial com fonte de luz própria para observar a lesão, e, se houver indicação realizamos a biópsia da pele”, explica Erasmo Tokarski.

Tratamento de câncer de pele tipo melanoma

A cirurgia é o tratamento mais indicado nos tumores iniciais, mas há também cuidados com quimioterapia, radioterapia e imunoterapia. Por ser um tipo de câncer de pele mais grave, nem sempre é possível atingir a cura do melanoma, especialmente quando o tumor é identificado numa fase muito avançada.

O dermatologista Erasmo Torkaski explica que, quando o diagnóstico é feito muito tardio é possível que seja necessária a participação de um oncologista no tratamento.

“Caso o melanoma se dissemine para outras partes do corpo, o que é chamado de metástase, o oncologista entra com a terapia quimioterápica no processo contra a doença. Os tratamentos ajudam a reduzir os sintomas e a aumentar a expectativa de vida dos pacientes”, detalha.

Prevenção
Além do uso do filtro solar, existem outras formas de proteger a pele contra os raios UVA e UVB do sol. A proteção solar deve ser feita tanto em momentos de lazer quanto de trabalho sob o sol. Para quem realiza as atividades ao ar livre, o uso de equipamentos de proteção individuais (EPI), chapéus de abas largas, óculos escuros, roupas que cubram boa parte do corpo e protetores solares são itens obrigatórios diários para evitar que a exposição prolongada traga problemas de saúde.

sexta-feira, 7 de junho de 2019

CLDF faz Sessão Solene para homenagear e reconhecer a importância dos comunicadores do DF

Aconteceu nesta segunda-feira (03/06), por iniciativa do deputado distrital João Hermeto de Oliveira Neto (MDB), foi realizada Sessão Solene, no plenário da Câmara Legislativa, em  reconhecimento a importância dos comunicadores, blogueiros, e influenciadores e comemoração ao Dia do Blogueiro


Prêmio Acontece Taguatinga é o trabalho que gera sucesso

O prêmio Acontece Taguatinga, ocorrido ontem, foi um estrondoso sucesso!

Prefeito Hildo do Candango participa de audiência com ministro Gustavo Canuto e defende a celeridade dos processos do programa “Minha Casa, Minha Vida”

Audiência com Ministro Gustavo Canuto - Foto: Divulgação.

A audiência ocorrida na tarde desta quinta-feira (06) com os prefeitos que integram o g100, da Frente Nacional de Prefeitos (FNP) e o ministro de Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, para tratar de diversos temas que visam a concepção de políticas públicas, no sentido de dar prioridade ao grupo de cidades acima de 80 mil habitantes e com altos índices de vulnerabilidade socioeconômica.
Na oportunidade o prefeito Hildo do Candango defendeu alguns pontos que devem ser analisados pelo Governo Federal como indispensáveis para Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (RIDE), um deles foi o programa habitacional “Minha Casa Minha Vida”, que passou por um momento de paralisação no estado de Goiás e atingiu diretamente os construtores e trabalhadores da construção civil que atuam nesta região.
O prefeito Hildo do Candango demonstrou preocupação ao ministro Gustavo Canuto, que mesmo depois de toda a movimentação realizada e com o anúncio do aporte de recursos feitos pela pasta, os processos ainda continuam travadas, causando preocupação a toda cadeia produtiva do setor, importantíssima para os municípios envolvidos.
“O que nos preocupa muito é que os processos ainda estão travados, a construção civil nesta região e fundamental para a politica de fomento para geração de emprego e renda. Atualmente 30% da arrecadação municipal provém desta área através do ITBI, sem ela nossos municípios podem entrar em colapso administrativo”, disse o prefeito.
O ministro Canuto informou que alguns repasses ainda não haviam sido realizados, mas até o final do mês de junho eles serão transferidos voltando a normalidade.
Canuto também garantiu que os subsídios estão garantidos. O ministro destacou que o programa passa por reformulações e possivelmente será dividido nestas duas áreas: famílias de baixíssima renda e famílias de baixa e média renda.
O prefeito Hildo do Candango tranquilizou os trabalhadores da área da construção civil e os construtores do município Águas Lindas, e que todos os esforços estão sendo realizados para garantir a manutenção do programa e na busca eficácia da efetivação dos contratos com a Caixa Federal que tem realizado o sonho da casa própria para milhares de famílias e gerando emprego em renda.
Participaram da agenda com o Ministro Gustavo Canuto o prefeito de Igarassu/PE e também vice-presidente nacional do g100, Mário Ricardo, o prefeito de Águas Lindas de Goiás/GO e também presidente da AMAB, Hildo do Candango, e o representante da prefeitura de Feira de Santana/BA, Denilton Pereira de Brito.

quinta-feira, 6 de junho de 2019

Justiça não tolera farra de sindicato com a educação em Novo Gama (GO).

Após duas semanas de greve ilegal, professores de Novo Gama terão que retomar as aulas.

Após implementação da Jornada Ampliada as notas do IDEB caíram e munícipio já esteve em última posição entre os 12 munícipios goianos entre 100 e 200 mil habitantes – Foto: Reprodução

A Jornada Ampliada permitia que os professores trabalhassem somente no período da tarde ou de manhã, ficando com o contra turno livre e fora de sala de aula. A jornada ampliada desobriga os professores a cumprir às 40 horas em sala de aula, tornando necessária a contratação de novos professores para ocupar o tempo restante. O fim da jornada ampliada não significa aumento de carga horária dos professores, pelo contrário, a lei nacional do magistério diz que o professor tem que cumprir 40 horas de trabalho, sendo 26 horas em sala de aula e 14 horas fora de sala, preparando suas aulas, ou seja, com a jornada ampliada o professor não cumpria sua carga horária completa.  Além disso, a educação não foi beneficiada, em mais de cinco anos de Jornada Ampliada a nota do IDEB (Índice de Desenvolvimento de Educação Básica) de Novo Gama não apresentou melhoras e neste período já esteve na última posição do ranking de notas entre os municípios de Goiás com até 200.000 habitantes. O programa não cumpriu com o que prometia. Mesmo assim, o Sinpro-NG (Sindicato dos Professores de Novo Gama) declarou greve geral dos professores da cidade.
Hoje o cenário atual do Brasil é de diminuição de benefícios e regalias e quer eliminar os privilégios governo durante toda a sua gestão garantiu um reajuste salarial de 12,76% dos professores, carga horária alinhada com o que manda a lei nacional do magistério, garantindo 26 horas semanais em sala de aula e 14 horas semanais para o preparo de aulas e coordenação, desta forma o município cumpre com o que manda a lei. Após duas semanas com as escolas do município paradas e os alunos sem aula, a Justiça determinou judicialmente a ilegalidade da greve, obrigando os professores a voltarem às salas de aula, fixando multa de até 150.000 reais para o sindicato.
Acusados de usar a greve como uma manobra política para desmoralizar o governo da atual prefeita, Sonia Chaves, o sindicato teve seus planos arruinados graças à eficácia da justiça. Visto que tanto o salário quanto o horário de trabalho dos professore permaneceram como eram antes da Jornada Ampliada, consequentemente não há prejuízo nem para o estudante, que deve ser sempre a prioridade dos profissionais da educação e do governo, nem para os próprios professores.  A única coisa prejudicando a educação de Novo Gama é o próprio sindicato.