segunda-feira, 5 de novembro de 2018

Iolando quer a instalação de centros de referência para a pessoa com deficiência

O Militar reformado da Aeronáutica, Iolando (PSC) entrou para o Legislativo local na quarta tentativa

Resultado de imagem para iolando
Vítima de um acidente de moto que paralisou um dos braços, é defensor dos direitos dos deficientes e líder comunitário em Brazlândia. “Somos uma cidade de 60 mil pessoas, muitas delas, carentes. Elas precisavam de alguém na Câmara Legislativa”, diz.

O político do PSC pretende propor a instalação de centros de referência para a pessoa com deficiência e atenção para além dos cuidados médicos e fisioterapêuticos, com a cobertura de psicólogos, assistentes sociais e assistência legal para os PNE.

Outra parcela da população que quer contemplar é a dos maiores de 50 anos. Para ele, o mercado de trabalho não oferece oportunidades para essa faixa etária, e as empresas deveriam empregar pelo menos 1% delas em suas equipes. Ele também percebe a necessidade de investimento para a juventude na forma de bolsas. “Temos 1 milhão de jovens no DF. Precisamos subsidiar bolsas universitárias para eles”, considera o militar. “As pessoas estavam saturadas de gente que não estava comprometida com elas e envolvidas em escândalos”, afirma.