terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Delações e má gestão podem derrotar Marconi no Senado em 2018

O desgaste causado por 4 delatores da Odebrecht, pela má gestão do Estado e pelas sucessivas perseguições ao servidor público - além do distanciamento de aliados - pode levar a um fim melancólico de governo e a consequente perda pelo governador Marconi Perillo (PSDB) da almeijada cadeira de senador por Goiás, em 2018

Com sua "agenda nacional", principalmente com Geraldo Alckmin (PSDB), o governador já articula desesperadamente uma vaga de ministro (se Alckmin virar presidente), caso fique sem mandato a partir de 2019, pois a iminente derrota nas urnas já faz o tucano a forçar uma liderança artificial do bloco de governadores do Centro Oeste visando uma futura indicação.