quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Residenciais de luxo são entregues na Asa Norte

A Construtora PaulOOctavio, mantendo o compromisso de investir em Brasília, entregará nos próximos 45 dias três empreendimentos na Asa Norte, o Residencial Carlos Chagas, o Residencial Betty Bettiol e o Residencial Francisco Brennand. Os edifícios carregam a marca de qualidade da empresa, reconhecida pelos brasilienses há mais de 40 anos.


O primeiro empreendimento a ser entregue será o Residencial Carlos Chagas, no sábado, 26 de agosto, localizado na 208 Norte, batizado em homenagem ao jornalista e escritor. Carlos Chagas iniciou sua carreira profissional no jornal “O Globo”, onde realizou uma série de 22 reportagens sobre o governo militar, que lhe rendeu o Prêmio Esso de Jornalismo. Foi diretor da filial de O Estado de S. Paulo e da Rede Manchete além de professor da Universidade de Brasília. Apresentou programas de TV como o “Jogo do Poder”, da CNT, e escreveu seis livros, dentre eles, o “O Brasil sem Retoque: 1808-1964” e “A Ditadura Militar e os Golpes Dentro do Golpe: 1964-1969”.

No dia 16 de setembro será a vez do Residencial Betty Bettiol, na quadra 211 Norte, que homenageia a artista plástica, pioneira da Capital Federal. Betty sempre foi uma mulher a frente do seu tempo, pilotando o próprio avião, inovando na concepção de suas obras, ou como pioneira no uso da informática na arte. A artista concilia seu trabalho com pinturas, desenhos e gravura em metal com o cuidado da família. Ela expõe no Rio de Janeiro e São Paulo, e em outros países como Argentina, Espanha, França, Chile, Portugal, Holanda e México. Sua obra de arte poderá ser contemplada no próprio empreendimento, pois os painéis da artista estão instalados no pilotis do residencial.

O terceiro empreendimento a ser entregue será o Residencial Francisco Brennand, na 115 Norte, dia 30 de setembro. Homenageando o artista pernambucano, que é pintor, desenhista e escultor, e que ganhou notoriedade por meio de suas obras com cerâmicas, reconhecidas no Brasil e no mundo. Durante sua juventude, se tornou amigo do escritor Ariano Suassuna e juntos fundaram um jornal literário. Dessa amizade rendeu o Movimento Armorial, que visava valorizar a cultura popular nordestina, com a intenção de realizar artes eruditas a partir das raízes populares.

Obras de artes
Para dar mais a beleza aos empreendimentos, cada um conta com uma obra de arte. No Residencial Carlos Chagas a escultura do artista Darlan Rosa está instalada no jardim. Já o Residencial Betty Bettiol têm dois painéis da artista, com mais de quatro metros, instalados nas portarias. O Residencial Francisco Brennand terá um painel de cerâmica do artista no pilotis, com cerca de 2,5 metros.