segunda-feira, 15 de maio de 2017

Hélio José defende texto original da reforma trabalhista

O senador Hélio José (PMDB-DF) disse, nesta quinta-feira (11/05), na sessão temática em Plenário, que é favorável à proposta de reforma trabalhista original enviada pelo governo, e não ao texto que foi aprovado pela Câmara dos Deputados (PLC 38/2017) 

Segundo o senador, o PLC 38/2017 chegou “desconfigurado” ao Senado e tem pontos que prejudicam os trabalhadores.

– Eu não consegui até hoje entender depois de um trabalho intenso que o ministro do Trabalho teve de unificar a classe trabalhadora via centrais sindicais e o setor produtivo, reunir com o presidente da República, encaminhar um projeto amplamente apoiado por todos os setores e depois o projeto ser tão desconfigurado como chegou aqui ao Senado federal – afirmou.

Hélio José disse que os senadores não são carimbadores do que vem da Câmara dos Deputados e criticou a terceirização irrestrita, a retirada da homologação do sindicato no momento da demissão, o trabalho em ambientes insalubres e a relação direta entre trabalhador e patrão sem a intermediação do sindicato.

– Eu sou apoiador do governo, mas não estou aqui para carimbar tudo aquilo que vem a fórceps, que não vai nos atender – afirmou.