domingo, 16 de junho de 2019

GDF incentiva campanha de conscientização sobre idosos

Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa foi comemorado com evento que reuniu convidados especiais e representantes do GDF na Residência Oficial de Águas Claras

O sábado começou com um café da manhã reunindo todo o grupo de convidados / Foto: P H Carvalho.

Moradores de 54 condomínios de Sobradinho fazem manifestaram contra empresa UPSA

Na manhã deste sábado (15/06) foi movimentada nos setores Grande Colorado, Contagem e Boa Vista, em Sobradinho, onde moradores de 54 condomínios se reuniram em três pontos para manifestarem contra a empresa Urbanizadora Paranoazinho (UPSA)


sexta-feira, 14 de junho de 2019

Pacientes que enfrentaram o câncer ganham voz para compartilhar suas histórias


Receber o diagnóstico de câncer não é tão simples, especialmente porque a doença pode surgir em qualquer fase da vida, e em diferentes partes do corpo. Pensando nisso, a oncologista brasiliense Ludmila Thommen desenvolveu um novo projeto que auxilia os pacientes no processo de descoberta e enfrentamento da doença.
Com mais de 11 anos de trabalho na área de saúde, uma das ações propostas pela Dra. Ludmila mostra o relato de histórias reais de pacientes que venceram a luta contra o câncer. Por meio do site (http://draludmilathommen.com.br/, a oncologista apresenta a série Jornada do Paciente, em que homens e mulheres poderão compartilhar um pouco de suas experiências.  “O objetivo é que os relatos consigam amenizar o impacto do tratamento que, por muitas vezes, se torna doloroso e traumático”, explica Ludmila Thommen.
O primeiro episódio da série traz como protagonista a servidora pública Suzane Arar, de 43 anos, que recebeu o diagnóstico em julho de 2018. “Quando descobri a doença, além do susto da confirmação do diagnóstico, um dos meus medos também foi de nutrir o sentimento de desamparo. A série é uma ferramenta muito especial justamente porque dá voz para quem passou por esse processo expressar sua vivência”, afirma Suzana.
Além do site, Ludmila Thommen é fundadora do programa Movimento Vida, utilizado dentro do Sistema Único de Saúde (SUS), onde ela também atua. O movimento unifica a relação médico/paciente durante todo o tratamento do câncer. “Nosso objetivo com essa ação, que foi posta em prática em julho de 2018, é de estabelecer conexões entre nós (médicos) e os pacientes. E, principalmente, poder proporcionar esclarecimento sobre a doença e sobre o tratamento”, detalha a oncologista.
No projeto, os pacientes escolhem o tema das reuniões que acontecem uma vez por mês, junto a profissionais de saúde como mastologistas, fisioterapeutas e psicólogos todos da Rede SUS. A abordagem dos debates é feita de maneira positiva no intuito de motivar e ajudar os pacientes que estão atravessando o momento de tratamento.
            “A vida humana é constituída de um somatório de ações, reações, encontros, desencontros e expressões contínuas para escrever e rescrever a própria história. Tudo acontece durante este espaço de tempo entre o nascer e o morrer. E fazer a diferença neste intervalo é que faz nossa vida valer a pena”, explica Ludmila.
Serviço
Site Ludmila Thommen
Conheça o site: http://draludmilathommen.com.br/

Já ouviu falar em melanoma? O mês de Junho é dedicado à conscientização deste tipo de câncer de pele

Entre os tipos de cânceres de pele existentes, o melanoma é o menos frequente, porém o mais agressivo de todos e com alta taxa de mortalidade


O câncer é a segunda maior doença responsável por mortes no país atrás apenas das enfermidades do aparelho circulatório, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca).  Uma pesquisa do Instituto revelou ainda que o câncer de pele é o mais incidente na população e corresponde a 30% dos casos registrados. Entre os três tipos existentes da doença, o melanoma é o menos frequente, porém o mais agressivo de todos e que soma uma alta taxa de mortalidade. Com o objetivo de conscientizar a população sobre a doença e fazer um alerta para a importância do diagnóstico precoce foi criado o Junho Preto.

Embora o diagnóstico de melanoma normalmente cause medo e apreensão aos pacientes, quando há detecção precoce da doença, as chances de cura são de mais de 90%. A doença tem como característica, a aparência de uma pinta ou de um sinal na pele, com coloração em tons acastanhados ou enegrecidos, que, em geral, mudam de cor, de formato ou de tamanho com o tempo podendo até causar sangramento. Por este motivo, é importante o acompanhamento médico quando for detectado qualquer lesão suspeita, pois apenas o exame clínico ou a biópsia podem diagnosticar o câncer de pele.  

“O profissional de dermatologia faz o diagnóstico precoce da doença. É ele que sabe como examinar uma lesão com pequenas alterações e que, provavelmente, virão a se tornar um melanoma”, explica o dermatologista, Erasmo Tokarski, que atua na área da Dermatologia, Estética e Cirúrgica há mais de 30 anos.

Além do diagnóstico, o dermatologista também é responsável pelo tratamento e acompanhamento da doença junto ao paciente.

“Utilizamos um dermatoscópio, que é uma lente de aumento especial com fonte de luz própria para observar a lesão, e, se houver indicação realizamos a biópsia da pele”, explica Erasmo Tokarski.

Tratamento de câncer de pele tipo melanoma

A cirurgia é o tratamento mais indicado nos tumores iniciais, mas há também cuidados com quimioterapia, radioterapia e imunoterapia. Por ser um tipo de câncer de pele mais grave, nem sempre é possível atingir a cura do melanoma, especialmente quando o tumor é identificado numa fase muito avançada.

O dermatologista Erasmo Torkaski explica que, quando o diagnóstico é feito muito tardio é possível que seja necessária a participação de um oncologista no tratamento.

“Caso o melanoma se dissemine para outras partes do corpo, o que é chamado de metástase, o oncologista entra com a terapia quimioterápica no processo contra a doença. Os tratamentos ajudam a reduzir os sintomas e a aumentar a expectativa de vida dos pacientes”, detalha.

Prevenção
Além do uso do filtro solar, existem outras formas de proteger a pele contra os raios UVA e UVB do sol. A proteção solar deve ser feita tanto em momentos de lazer quanto de trabalho sob o sol. Para quem realiza as atividades ao ar livre, o uso de equipamentos de proteção individuais (EPI), chapéus de abas largas, óculos escuros, roupas que cubram boa parte do corpo e protetores solares são itens obrigatórios diários para evitar que a exposição prolongada traga problemas de saúde.

sexta-feira, 7 de junho de 2019

CLDF faz Sessão Solene para homenagear e reconhecer a importância dos comunicadores do DF

Aconteceu nesta segunda-feira (03/06), por iniciativa do deputado distrital João Hermeto de Oliveira Neto (MDB), foi realizada Sessão Solene, no plenário da Câmara Legislativa, em  reconhecimento a importância dos comunicadores, blogueiros, e influenciadores e comemoração ao Dia do Blogueiro


Prêmio Acontece Taguatinga é o trabalho que gera sucesso

O prêmio Acontece Taguatinga, ocorrido ontem, foi um estrondoso sucesso!

Prefeito Hildo do Candango participa de audiência com ministro Gustavo Canuto e defende a celeridade dos processos do programa “Minha Casa, Minha Vida”

Audiência com Ministro Gustavo Canuto - Foto: Divulgação.

A audiência ocorrida na tarde desta quinta-feira (06) com os prefeitos que integram o g100, da Frente Nacional de Prefeitos (FNP) e o ministro de Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, para tratar de diversos temas que visam a concepção de políticas públicas, no sentido de dar prioridade ao grupo de cidades acima de 80 mil habitantes e com altos índices de vulnerabilidade socioeconômica.
Na oportunidade o prefeito Hildo do Candango defendeu alguns pontos que devem ser analisados pelo Governo Federal como indispensáveis para Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (RIDE), um deles foi o programa habitacional “Minha Casa Minha Vida”, que passou por um momento de paralisação no estado de Goiás e atingiu diretamente os construtores e trabalhadores da construção civil que atuam nesta região.
O prefeito Hildo do Candango demonstrou preocupação ao ministro Gustavo Canuto, que mesmo depois de toda a movimentação realizada e com o anúncio do aporte de recursos feitos pela pasta, os processos ainda continuam travadas, causando preocupação a toda cadeia produtiva do setor, importantíssima para os municípios envolvidos.
“O que nos preocupa muito é que os processos ainda estão travados, a construção civil nesta região e fundamental para a politica de fomento para geração de emprego e renda. Atualmente 30% da arrecadação municipal provém desta área através do ITBI, sem ela nossos municípios podem entrar em colapso administrativo”, disse o prefeito.
O ministro Canuto informou que alguns repasses ainda não haviam sido realizados, mas até o final do mês de junho eles serão transferidos voltando a normalidade.
Canuto também garantiu que os subsídios estão garantidos. O ministro destacou que o programa passa por reformulações e possivelmente será dividido nestas duas áreas: famílias de baixíssima renda e famílias de baixa e média renda.
O prefeito Hildo do Candango tranquilizou os trabalhadores da área da construção civil e os construtores do município Águas Lindas, e que todos os esforços estão sendo realizados para garantir a manutenção do programa e na busca eficácia da efetivação dos contratos com a Caixa Federal que tem realizado o sonho da casa própria para milhares de famílias e gerando emprego em renda.
Participaram da agenda com o Ministro Gustavo Canuto o prefeito de Igarassu/PE e também vice-presidente nacional do g100, Mário Ricardo, o prefeito de Águas Lindas de Goiás/GO e também presidente da AMAB, Hildo do Candango, e o representante da prefeitura de Feira de Santana/BA, Denilton Pereira de Brito.

quinta-feira, 6 de junho de 2019

Justiça não tolera farra de sindicato com a educação em Novo Gama (GO).

Após duas semanas de greve ilegal, professores de Novo Gama terão que retomar as aulas.

Após implementação da Jornada Ampliada as notas do IDEB caíram e munícipio já esteve em última posição entre os 12 munícipios goianos entre 100 e 200 mil habitantes – Foto: Reprodução

A Jornada Ampliada permitia que os professores trabalhassem somente no período da tarde ou de manhã, ficando com o contra turno livre e fora de sala de aula. A jornada ampliada desobriga os professores a cumprir às 40 horas em sala de aula, tornando necessária a contratação de novos professores para ocupar o tempo restante. O fim da jornada ampliada não significa aumento de carga horária dos professores, pelo contrário, a lei nacional do magistério diz que o professor tem que cumprir 40 horas de trabalho, sendo 26 horas em sala de aula e 14 horas fora de sala, preparando suas aulas, ou seja, com a jornada ampliada o professor não cumpria sua carga horária completa.  Além disso, a educação não foi beneficiada, em mais de cinco anos de Jornada Ampliada a nota do IDEB (Índice de Desenvolvimento de Educação Básica) de Novo Gama não apresentou melhoras e neste período já esteve na última posição do ranking de notas entre os municípios de Goiás com até 200.000 habitantes. O programa não cumpriu com o que prometia. Mesmo assim, o Sinpro-NG (Sindicato dos Professores de Novo Gama) declarou greve geral dos professores da cidade.
Hoje o cenário atual do Brasil é de diminuição de benefícios e regalias e quer eliminar os privilégios governo durante toda a sua gestão garantiu um reajuste salarial de 12,76% dos professores, carga horária alinhada com o que manda a lei nacional do magistério, garantindo 26 horas semanais em sala de aula e 14 horas semanais para o preparo de aulas e coordenação, desta forma o município cumpre com o que manda a lei. Após duas semanas com as escolas do município paradas e os alunos sem aula, a Justiça determinou judicialmente a ilegalidade da greve, obrigando os professores a voltarem às salas de aula, fixando multa de até 150.000 reais para o sindicato.
Acusados de usar a greve como uma manobra política para desmoralizar o governo da atual prefeita, Sonia Chaves, o sindicato teve seus planos arruinados graças à eficácia da justiça. Visto que tanto o salário quanto o horário de trabalho dos professore permaneceram como eram antes da Jornada Ampliada, consequentemente não há prejuízo nem para o estudante, que deve ser sempre a prioridade dos profissionais da educação e do governo, nem para os próprios professores.  A única coisa prejudicando a educação de Novo Gama é o próprio sindicato.

sexta-feira, 31 de maio de 2019

Após publicação do segundo edital do BRB, especialista dá dicas de como se preparar corretamente para o certame



Na última terça-feira (7) o Banco de Brasília (BRB) publicou o segundo edital, desta vez, para concurso de nível superior. No certame serão ofertadas 12 vagas. Sendo 10 para os cargos de analista de tecnologia da informação, 1 para engenheiro de segurança do trabalho e 1 para médico do trabalho. Toda a avaliação será realizada, também, pelo Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades). 

O salário inicial para quem for conquistar uma cadeira no BRB será de R$ 7.690,22 para analista de tecnologia da informação e de R$ 11.041,46 para o cargo de engenheiro de segurança do trabalho. Ambos com carga horária de 30 horas semanais. Já para médico do trabalho, a carga horária é de quatro horas diárias e o salário é de R$ 9.873,24. 

Dicas

Faltando apenas dois meses para o novo concurso do BRB, a tendência do brasiliense é ficar desesperado por não saber por onde começar a estudar. Para contribuir com isso, o professor do IMP Concursos, Leo França, dá dicas para que o candidato comece a se preparar de forma correta. "Para uma boa preparação com curto prazo, não adianta o concursando apenas assistir às aulas. Claro que isso faz parte do processo, porém, o ritmo de estudos tem que ser diário, ou seja, o candidato tem que entender que não existe mais fim de semana, nem feriados", explica.

O professor afirma ainda que o concursando não pode estudar apenas o que gosta, até porque pode não render e ele pode se prejudicar. "É importante que os candidatos façam um planejamento com quadro diário de estudo, priorizando as matérias de maior peso, para que a preparação seja produtiva", finaliza. 

Lives IMP onlinePensando na boa preparação do aluno, o IMP Online realizará diversas lives com as matérias específicas do certame. Segue a programação:
Aula de administração
10/05-José Wesley
Diversidade
10/05-Dayane Xavier
Realidade do DF
13/05-Urani
Qualidade no atendimento
13/05-Glauber Mariho
LC 840/2011
14/05-Leandro Pereira
Direito Consumidor
14/05-Adisson Leal
Matemática Financeira
15/05-Gramática
Gramática
15/05-Raquel Cesário
Probabilidade Estatística
16/05-Walter Sousa
As aulas podem ser acompanhadas por através do YouTube.com/IMPConcursosOnlineOficial

quinta-feira, 30 de maio de 2019

Sessão Solene na Câmara Legislativa homenageará Blogueiros e Influenciadores Digitais do DF

Visando reforçar a importância dos profissionais que atuam nas mídias digitais, parlamentar realizará evento para homenageá-los

Após show em Brasília, Ivete Sangalo comenta sua trajetória e seus novos passos


A cantora baiana Ivete Sangalo comentou sua trajetória e seus novos passos em um bate-papo descontraído com a apresentadora do programa Inside, Rafaela Dornas. Na entrevista realizada no último sábado (25), a artista falou sobre a sensação de cantar para o público de Brasília e sobre os mais de 25 anos de carreira. Ivete ainda deu detalhes do seu novo projeto Live Experience, que conta com a participação de diversos artistas. A entrevista completa vai ao ar no programa exibido no próximo sábado (1º/7), pelo SBT Brasília.

Cursos técnicos estão entre os mais procurados por jovens que ainda cursam ensino médio


Com o alto índice de desemprego em que o Brasil se encontra, conseguir o primeiro emprego é o desejo de quase 100% dos jovens brasileiros que estão cursando o ensino regular. Para obter mais sucesso nessa missão, uma das alternativas que têm ganhado adeptos e cursar ao mesmo tempo o ensino médio e o curso técnico. “ Os cursos técnicos podem ser feitos antes mesmo que se conclua o ensino regular, o que facilita muito que os jovens obtenham uma capacitação com diploma e que vai ajudar na sua entrada no mercado de trabalho. Para muitos também é uma forma de começarem a ganhar dinheiro para investir depois em uma graduação”, explica Coordenadora do curso técnico e da graduação de enfermagem, da Escola de Saúde Unyleya, Karine de Magalhães Nogueira Ataíde.

Para se ter uma ideia dessa realidade, de quase 14 milhões de desempregados que aparecem nas estatísticas do Brasil, 45,5% são jovens entre 14 e 17 anos, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Geralmente, é nessa idade que desperta o interesse e curiosidade para saber como será o primeiro emprego e de como utilizar o primeiro salário. “O aluno com um curso profissionalizante é absorvido de forma mais fácil no mercado de trabalho. Além é claro, de abrir também o leque de atuação na área de concursos, pois vários certames são voltados para o nível técnico, com salários melhores do que aqueles que exigem apenas o  ensino médio’, explica a coordenadora. 

Como o curso técnico ajuda no primeiro emprego?

A formação técnica aumenta 50% as chances para que o aluno conquiste o mercado de trabalho. De acordo com a coordenadora, os cursos que obtiveram mais procura, nos últimos três anos, foram os de Técnico de Enfermagem, Saúde Bucal e Estética. "O curso técnico de enfermagem é um dos mais procurados pela inserção mais fácil no mercado de trabalho, pois são inúmeros os concursos e seleções existentes, além de muitas aberturas de vagas em hospitais e clínicas privadas”, afirma a profissional. Já na área de estética, a maioria dos inscritos têm sido o público feminino.

Diploma e mensalidades mais baratas  

Além da grande acessibilidade, por apresentar mensalidades mais baratas, por exemplo, uma das maiores vantagens do curso técnico é a questão do diploma mais rápido, até porque existem cursos que têm duração média de um ano e meio e, assim que formados, os alunos já podem exercer a função.  

O diferencial que o curso técnico da Escola de Saúde Unyleya oferece para os alunos, é o sistema de aceleração para ingresso no mercado de trabalho que é desenvolvido para adiantar a entrada do estudante no mercado de trabalho, por meio do Departamento de Integração Escola-Mercado. 

Entenda: um curso Técnico em Enfermagem é composto por quatro módulos com duração de 2 anos, no total. Quando cursado um ano e meio do profissionalizante, ao completar o terceiro módulo, automaticamente o aluno receberá a certificação intermediária de Auxiliar de Enfermagem, onde poderá exercer a função, antes mesmo de terminar o técnico em enfermagem. "Com essa certificação, o aluno estará apto a atuar profissionalmente dentro da área escolhida, garantindo assim sua empregabilidade e experiência enquanto estuda", afirma a Faculdade.

Para a aluna do 3º ano do ensino médio, Anathália Caetano, 17 anos, poder cursar um técnico faz ela acreditar ainda mais em seu potencial. “Vejo a oportunidade como uma capacitação a mais, pois já presenciei e convivi com muitas pessoas que terminaram o ensino regular e que não conseguiram ingressar em uma Universidade e nem conseguiram o primeiro emprego por falta de capacitação. Com isso, acabaram perdidos e sem ter o que fazer”, relata a estudante que, atualmente, cursa o Técnico de Enfermagem. 

Muitas das vezes, o curso técnico serve de atalho para quem deseja cursar uma graduação futuramente. Com uma formação em mãos, facilita até na hora de arcar com as despesas de uma faculdade. A expectativa é entrar em uma Universidade assim quando acaba o ensino médio. A escolha da graduação começa aflorar entre o 2º e 3º anos, porém, pode ser uma tarefa difícil, assim como foi para Anathália que ficou irresoluta com a situação. “Eu nunca tive algo específico em mente, sempre gostei das matérias como química e biologia, mas não tinha nenhum objetivo. Via meus amigos já decididos e sendo bem específicos, porém, eu ainda estava muito confusa com a decisão de qual área seguir”, afirma a aluna. Contudo, a jovem já está decidida em seguir a área da saúde. “Estou decidida a cursar alguma graduação direcionada a essa área. Inclusive já irei fazer o vestibular da UnB agora no meio do ano para enfermagem”, confiante, finaliza Anathália. 

Serviço:
 https://saudeunyleya.com.br/